quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

2010. ???

Como será 2010 para nós?
Nesta primeira postagem do Ano Novo, pensamos no que nos reservará este ano.
Li no blog de um pastor amigo que em dezembro do ano passado ele mudou de país, recebeu em duas etapas a mudança, alugou uma casa, a família ganhou um novo bebê ... e a sogra (vovó do bebê) chegou para visitar.
Foi realmente um mês de concentração de bênçãos e eu lembro também meu mês de março passado, quando meu filho foi chamado para assumir um cargo obtido em concurso, levamos a reduzida mudança dele e a família em duas viagens de carro, minha mãe completou 95 anos em boas condições de saúde para a idade, embora recentemente tivesse sofrido uma fratura, e eu fui aprovada na defesa de uma monografia de especialização.
Que eu me lembre, esse foi o mês de maior concentração de bênçãos no ano passado.
Agora estamos no início de um novo ano e perscrutamos o futuro para saber o que acontecerá. Uma certeza temos: Deus continuará nos abençoando neste ano.Temos alguns motivos para ansiedade, mas podemos descansar em suas promessas. 
As contrariedades, a violência urbana, as dissensões continuarão a existir e já devem ter aparecido neste novo ano. (Para mim, já aconteceram algumas, embora esteja em férias. Já me bloquearam o uso do computador na casa em que estou hospedada, já ouvi ameaças de um passante que se machucou na grade, meu pagamento demorou mais do que eu gostaria. Mas hoje tudo me parece resolvido e Deus cuidará para que as coisas continuem bem: posso usar a lan house, há pessoas que amo com as quais posso estar, o passante não voltou e dormimos bem, e vou fazer um passeio para o litoral.)

É sábio buscar uma forma confiante de viver, conhecendo que em tudo que nos acontecer poderemos dar graças, porque nosso Criador e Mantenedor estará à frente.
Também podemos recorrer à fonte de poder que é Deus, externando a Ele em oração  nossos anseios. Por certo Ele nos ouve e nos atende da forma que precisamos.
Tenhamos todos um ano feliz.


2 comentários:

  1. Querida Celina, adorei ver a foto do parque onde tantas vezes íamos e voltávamos juntas da UFRGS. Não perdeste tuas raízes. Abração.
    Ellen - Porto Alegre

    ResponderExcluir
  2. É um de meus locais prediletos mesmo.Marca minha relação com Porto Alegre, que não seria a mesma cidade sem o Parque da Redenção.

    ResponderExcluir