domingo, 1 de agosto de 2010

Mais uma foto

Quando procurava fotos antigas, outro dia, encontrei esta, do início dos anos 90, que lembra um período em que acompanhava meus filhos no clube em que treinavam um esporte chamado hipismo (saltos a cavalo) e aproveitava para eu mesma me distrair montando.
Nesta foto, apareço numa prova de adestramento, em que o cavalo deve realizar certas figuras, ao passo, trote ou galope, como andar em linha reta, círculos, semicírculos, alto.
Para conseguir chegar a uma prova assim, e mesmo para conseguir familiarizar-se com a equitação, são necessárias muitas horas de treinamento. Assim, umas 4 manhãs por semana eu assistia aulas com um instrutor e convivia com colegas que praticavam o mesmo esporte - o adestramento.
Tanto nessas aulas como enquanto acompanhava as aulas de meus filhos e as provas deles, conheci muitas mães que se dedicavam também a acompanhar os filhos e que pertenciam a meios diversos. Uma de minhas colegas tinhado saído apressadamente do país natal e estava no Brasil por motivos políticos. Interessante que ela se preocupara em trazer, ao sair de seu país natal, o próprio cavalo. Lembro do animal, que chegou muito abatido, mas recuperou-se. Belo exemplo de amor aos animais.
Aliás, ela cuidava também de muitos gatinhos que apareciam pelo clube. Outra colega também acompanhava a filha adolescente no esporte e era designer de interiores e comerciante da área de decoração. Conheci também uma mãe que se dedicava aos cuidados do filho, único agora, e que lamentava a morte de uma filha.  Agora a família buscava superar o passado. Uma outra família, de um profissional liberal, mantinha os filhos todos praticando o hipismo, e eles gostavam muito do esporte. Mais tarde, observei que fizeram uma pausa e se dedicaram a manter esses rapazes na faculdade. Hoje, dois deles ainda praticam hipismo, mas são também profissionais na mesma área que o pai deles. 
O contato com o esporte proporciona bem-estar físico. No caso do adestramento, que eu praticava, há uma considerável melhora na postura e quem me conhece sabe que melhorei muito minha postura enquanto praticava esse esporte. O contato e o cuidado com animais, quando bem orientados, também são muito positivos, pois aprimoram a sensibilidade e o respeito para com eles. (Evidentemente, também conheci pessoas que apenas usam os animais para obter projeção pessoal ou satisfação, ou mesmo proveito econômico,  sem dispensar-lhes nenhum carinho especial.) Do ponto de vista emocional, se começamos um treinamento sentindo algum problema, podemos terminá-lo num humor totalmente diferente. Mesmo alguns problemas físicos, como dores, podem melhorar com a prática da equitação, pelo que observei. 
Em tudo isso observei que as pessoas, mesmo frequentando os mesmos lugares, mantêm objetivos bem diferentes, embora com alguns pontos em comum.
Hoje, quanto a atividade física, me dedico apenas a caminhadas, e preciso torná-las mais regulares, para o bem da minha saúde, mas tenho acompanhado meu neto para praticar alguns esportes, como ginástica, hipismo (também) e hoje futebol e sei que em todos eles há pessoas que se dedicam muito, outras menos, e outras vão apenas passar algum tempo. Há pais e mães que acompanham as crianças a essas escolas esportivas e esperam bons resultados, desenvolvimento físico e emocional adequado ou envolvimento num meio sadio.
Apreciei as lições da Bíblia do trimestre passado, que abordavam temas sobre a saúde e um dos pontos de que se tratou foi a atividade física, necessária para nos manter saudáveis. As  lições faziam sempre um paralelo entre a vida  física e o relacionamento espiritual com Deus. Assim lembravam sempre a necessidade de um exercício constante para manutenção dessa comunhão.

Um versículo para terminar esse post: " Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam." (Isaías 40:31) 

4 comentários:

  1. Oi Celina!
    Que chique amiga...hum, gostei.
    Saudades das tuas postagens.
    Beijos e uma abençoada semana.

    ResponderExcluir
  2. Lembrei de mais um verso bíblico ligado a esta postagem:
    "Uns confiam em carros, outros em cavalos. Nós
    porém confiamos no Senhor."

    ResponderExcluir
  3. Oi Celinaaa!
    Passei pra deixar um beijooo.
    Que o Senhor continue te abençoando.

    ResponderExcluir
  4. Oi Celina!
    Passei pra deixar um beijo e pra indicar um blog pra você conhecer. É de uma irmã aqui de Floripa. O endereço é: ellenramosinsite.blogspot.com
    Ela é muito querida, faça uma visita qualquer hora.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir