terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O motorista que não conhecia o caminho

Passamos o Natal em Porto Alegre e também o Ano Novo.
Depois resolvemos passear um pouco na orla marítima, ao norte do estado, na cidade de Cidreira, onde uma irmã de meu marido tem uma casa e está veraneando, como se diz aqui.
Tomamos um ônibus direto e ficamos felizes quando nos aproximamos do destino. Era meio-dia e estava terminando a viagem. Foi então que o motorista parou o ônibus, abriu a porta que o separava dos passageiros e perguntou em voz alta: - Alguém sabe onde é a rodoviária de Pinhal?
Cheguei à conclusão de que o motorista era novo, ou substituto, e não conhecia bem a cidade de Pinhal.
Uma passageira que se identificou como professora mostrou o caminho da rodoviária.
Quando já estávamos deixando essa rodoviária, ela  ajudou ainda o motorista perguntando se havia mais alguém para descer ali. E havia. As pessoas não se tinham dado conta de que já haviam chegado em Pinhal.
Desceram mais alguns passageiros e o ônibus continuou. Notei que ela continuou na frente do ônibus, como co-piloto. O motorista não sabia também o caminho para Cidreira e nem o lugar da rodoviária dessa cidade. Enfim, chegamos e descemos, agradecidos à professora co-piloto.
Mais tarde, pensei: sem conhecer o caminho certo não se chega a lugar nenhum, mesmo que saibamos dirigir muito bem. Por isso, em nossa vida, para não sermos como o motorista desorientado, precisamos confiar na guia divina. Como diz um antigo hino:
"Meu Jesus me guia sempre,
que mais posso desejar,
duvidar de meu amado,
do meu Deus desconfiar,
tenho paz, perfeita, infinda,
gozo sua proteção,
pois eu sei que por mim vela
seu bondoso coração."
Hinário Adventista

5 comentários:

  1. Muito boa a sua reflexão, professora Celina. Há um pensamento popular que também diz: "se você não sabe aonde ir, qualquer caminho serve". Portanto, em nossa vida não há muitos caminhos que levam a Deus, como alguns pensam, mas tão somente o único caminho, uma única porta de entrada nos céus: JESUS CRISTO - O Filho de Deus.

    Desejo a você que, porventura visite esse blog, um feliz 2011.

    Professor Rivaldo Neri.

    ResponderExcluir
  2. Oi Celinaaa!

    Nossa querida, que história legal hein? Não porque vocês "quase se perderam" com o motorista novato, mas porque tinha uma co-piloto que ensinou o caminho e que você então pode ilustrar uma mensagem aqui no blog tão edificante.

    É...precisamos estar atentos e sermos como essa professora, ensinar o caminho aos que estão perdidos, sem ter a direção certa.

    Ameiii o texto viu? Beijinhos querida e boa continuação de férias.

    (Eita mulher que sabe aproveitar as férias...rsrsrs...até nos proporciona belas histórias.) rsrsrs.

    ResponderExcluir
  3. Celina!!
    Paz amada!!!

    Nossa! sempre nos ensinando com suas experiências.

    Deus abençoe,
    beijos
    suely

    ResponderExcluir
  4. Oi Celina
    Eu pensava que o seu blog era somente sala de português, amei conhecer esse blog e a mensagem é muito gratificante, precisamos seguir Jesus, o nosso caminho certo. Um forte abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Celina,
    boa noite amiga!

    Sua presença, seus comentários em meu blog são bênção p/mim.

    bjos
    Suely

    ResponderExcluir