segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

O espírito do Natal

Igrejas em cidades turísticas têm a vocação de reunirem uma congregação vinda de vários lugares, para adorar a Deus. Conheço algumas delas, e, neste último sábado, conheci mais uma. Já na sexta-feira, minha irmã preocupou-se em achar o endereço para nós, anotamos a informação e no sábado de manhã nos dirigimos para o bairro indicado e achamos facilmente a igreja na cidade em que passávamos o fim de semana.
Havia algumas pessoas, fomos alegremente recepcionados e logo inicou-se o serviço de louvor.
O culto prosseguiu, seguindo a mesma forma a que estamos habituados, com algumas variações, estudamos a Bíblia, ouvimos o sermão, meu neto participou da reunião para crianças e adolescentes.
À frente da nave, algo me chamou a atenção: havia uma árvore de Natal ornamentando a igreja, e ao lado dela uma cruz, lembrando o nascimento, e a morte de Cristo. Entre a árvore e a cruz, muitos pacotes destinados à preparação de cestas básicas, que serão entregues nesta semana para pessoas carentes, residentes nos bairros próximos.
Jesus veio a esta terra, como um bebê humano,  uma dádiva para nós. Ele morreu por nós, para cumprir a promessa de esmagar o pecado e nos dar a salvação. Cristo nos deu o exemplo de amor e o Natal lembra o amor de Deus. Podemos refletir este amor, dando amor a nosso próximo. Seja em nossa família, seja na comunidade que nos cerca, espalhemos neste Natal a dádiva do amor e relembremos a história de Jesus

Um comentário:

  1. É verdade Celina, que possamos demonstrar amor ao próximo, seguindo os exemplos de Jesus!
    beijos

    ResponderExcluir