sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Encontros nas férias

Mais do que ver paisagens da natureza, as férias são ocasião para encontros e reencontros.
Por isso, minhas férias iniciaram na casa de minha mãe, onde a revi e também minha irmã e a Martha, que mora com elas e iria entrar em férias por sua vez naquele dia. Minha mãe está ótima para sua idade (mais de noventa anos) e todos os dias lê a Bíblia, juntamente com minha irmã ou com a acompanhante, assiste a programas cristãos na TV, faz sua caminhada diária (ainda que na área interna da casa).
No  fim de semana seguinte, viajamos para Tramandaí, uma praia bastante frequentada no estado, e da qual gostamos muito. Fomos à igreja no sábado. Durante o estudo da Bíblia, o Claudio ouviu uma voz que lhe era familiar. Comentou comigo: é o Manoel. Este irmão trabalhou na mesma empresa em que eu trabalhei e cantava no coral da igreja juntamente conosco. Nós o visitáramos em Porto Alegre logo depois de nosso casamento quando lá residia, antes de nos mudarmos. Era mesmo o Manoel, mencionado pelo sobrenome pela coordenadora da classe de estudo da Bíblia. Não o víamos há 37 anos, isto é, desde que mudamos para Brasília. Evidentemente nosso neto não o conhecia. Registramos foto com ele na frente da igreja e esse antigo amigo foi-nos visitar no hotel, nos convidando para ir à sua casa, de onde saímos já às 23h. Conhecemos sua jovem esposa e as lindas filhinhas.  Fiquei com medo de que o hotel simples estivesse fechado na volta. E estava. Mas bastou bater na porta e o recepcionista abriu para nós com um sorriso.
No próximo sábado e nos outros dois seguintes, estivemos na igreja central em Porto Alegre, onde revimos muitos conhecidos. Devo ter passado pela amiga blogueira Ellen Ramos, que mencionou no seu site Bolsa da Ellen ter visitado essa igreja também nas férias dela. Mas não a vi, ou não a reconheci. Num primeiro momento, eu ficava em casa com minha mãe, dirigindo o estudo da Bíblia no lar e ia assistir ao culto em seguida. A igreja, como mencionou a Ellen, tem um serviço de culto diferenciado com músicas próprias e a cerimônia da oferta é muito linda, com os diáconos (e atualmente as diaconisas) caminhando pausada e sincronizadamente pela nave enquanto a orquestra toca a música instrumental do ofertório. Meu pai, já falecido, foi diácono nesse templo, e participou dessa cerimônia.
No Natal, revimos ainda a família de minha irmã Flávia, que mora no interior e veio passar o fim de semana conosco. Foi muito agradável o dia, com almoço especial e troca de presentes na tarde de domingo.
Ainda nas férias, uma amiga com a qual caminhava frequentemente para a faculdade, no tempo da juventude, através do querido Parque Farroupilha, mencionou num dia uma novidade no seu perfil do facebook, onde vejo as notícias de alguns amigos. Respondi no seu mural: "vou agora mesmo ver isso". Ela achou que fosse brincadeira, mas eis que abriu a porta e nos encontrou lá. Conversamos por algum tempo sobre as novidades e sobre eventos passados.
O Claudio, em passeio solo, dirigiu-se ao bairro da Cavalhada, e reviu um amigo dele, Lindolfo, trocando as notícias das duas famílias.
Juntos, revimos a D. Hilda, madrinha do Claudio, que foi católico na infância. Essa senhora tem duas filhas que conheço e com as quais troco mensagens. Revimos uma dela, a Noemi, que se encontrava na casa da mãe. Como amo fotografias dos eventos familiares, levei um álbum com as fotos do ano passado para que ela as visse. D. Hilda nos ofereceu um café quase colonial. Lembrei-me agora de que ofereci um chá a ela quando me visitou após o nascimento de minha filha Amanda, mãe do Lucas Felipe, este meu neto que mora comigo e viajou conosco, é claro.
Finalmente chegou a hora de viajarmos para Santa Catarina e o Claudio ainda lamentou não termos ido à casa da enfermeira Glória, que era casada com um amigo já falecido, o qual esteve hospitalizado no mesmo hospital e à mesma época que o Claudio, antes de nosso casamento. A propósito, essa senhora era enfermeira nesse mesmo hospital. Essa visita ficará para a próxima vez que formos a Porto Alegre.
Em Santa Catarina, tínhamos um encontro marcado: a amada Cida Kuntze combinara comigo que, quando estivesse por perto da cidade dela, entraria em contato para visitá-la. Primeiro, combinamos nos encontrar no CATRE, onde eu estava hospedada - um centro de treinamento disponibilizado para hospedagem das famílias nas férias. Infelizmente ela não pode ir por motivo de saúde. Mas na terça-feira última, antes de embarcarmos para Brasília, passamos pela cidade  da Cida, e fomos recebidos muito gentilmente  na entrada de sua residência pela dupla Cida e Flávia,  esta sua filhinha de seis anos, que já foi promovida para o segundo ano.
Aprendi a jogar Uno (um jogo de cartas para entretenimento) com a Flávia, sob a assessoria da Cida, e depois o Claudio e o Lucas ficaram jogando com a Flavinha, enquanto eu conversava um pouco com a Cida. Vocês não vão acreditar. Ela pessoalmente parece ter uns vinte anos. Na realidade não sei sua idade, mas é muito mais jovem pessoalmente, e muito sorridente. Mostrou-me os desenhos da Flávia, que escreve coisas interessantíssimas nas legendas. Um parênteses: tenho observado, já há um tempo, que as crianças que são bastante estimuladas pelos pais, participandos estes de todos os seus momentos, são muito inteligentes e precoces no desenvolvimento intelectual. É o caso da Flávia. É claro que registramos o encontro em fotos. A Cida gravou algumas frases de uma entrevista comigo. Conheci também os sogros da Cida, um pastor e sua esposa, que estavam de passagem. A pedido do Claudio, o pastor orou conosco, antes que saíssemos para o aeroporto em Florianópolis, onde tomaríamos o avião à noite. Foram momentos excelentes, que fecharam com chave de ouro as nossas férias.
Lembro, encerrando esta postagem, este verso bíblico sobre a amizade, muito próprio, pois todos os amigos cristãos que escrevem em seus blogs ou com os quais convivemos no dia-a- dia, compartilham conosco a sabedoria contida na Palavra de Deus.
"O óleo e o perfume alegram o coração; assim o faz a doçura do amigo pelo conselho cordial." Provérbios 27:9








Encontro de família, no Natal (foto de Lucas Felipe)


Encontro de família - eu fui a fotógrafa nesta foto.


Encontro com o amigo Manoel, em frente à igreja adventista de Tramandaí





Encontro com a amiga Cida Kuntze, em Santa Catarina

7 comentários:

  1. Celina!!!
    Quantos passeios hein? Ótimas férias, pois além dos passeios, tiveram muitos reencontros.
    E olha, eu que fiquei muito feliz em conhecê-la pessoalmente, foi um grande privilégio ter você e sua família nos visitando.
    Beijos e obrigado por me achar mais nova pessoalmente... olha que já ri com isso...kkk.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nosss... como eu ri tbm... Fiquei feliz pelo encontro de vcs... falta eu conhecer vc Cidinha pra fechar o tril.. rsrs... Bom mesmo essas férias da Celina... Abração pra todas...

      Excluir
  2. Oi Celina, que férias abençoadas você teve com sua familia, como é bom rever as pessoas que a gente ama! Muito bom relembrar e rever os lugares também!
    E esse encontro com a Cida, que maravilhoso!!! Eu imagino que a Cida seja mesmo muito sorridente e jovem!
    Que bom que Deus guiou todas as coisas e você junto com seu marido e o Lucas tiveram momentos tão especiais nessas férias!

    Eu criei meu perfil no facebook, vou procurar você lá.
    Deus abençoe, um ótimo final de semana!
    bjs, Lauri

    ResponderExcluir
  3. Olá Cida, que delicia, Sabe que esse ano estávamos programando de ir para sua cidade nas férias, mas acabou que o dinheiro era curto.
    Então ficamos em ubatuba
    Mas adoraria te dar um abraço e quem sabe ficar para ajudar na roupa da casa.....rsrsrsr
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir
  4. Eu tb quero conhecer a Cida! rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Que lindaaaa!
    morri d inveja,tb quero!!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, querida Celina!
    Gsoto tanto de encontros familiares e outros... a gente nasceu para conviver!
    Tem um link que contém um mimo pra vc...

    http://amigosdeblogagemcoletiva.blogspot.com.br/2016/10/celina.html#comment-form

    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir