segunda-feira, 19 de março de 2012

Nos dias da tua mocidade

Vamos chamá-lo de André. Este jovem é um dos meus ex-alunos com o qual continuo me comunicando. Ele faz parte da congregação da minha igreja.
Devo ter lecionado para ele no ensino médio há uns 10 anos. Foi no ano em que sofreu um assalto no estabelecimento de comércio da família, onde trabalhava à época. Recebeu um tiro na fronte e passou muitos dias no hospital recebendo tratamento. Quando retornou para as aulas, havia uma cicatriz no local em que fora ferido e ele não gostava de mencionar o assunto.
O tempo passou, a família mudou-se para um bairro próximo deste onde moro, fixando o comércio nessa comunidade. Ele passou a frequentar a mesma igreja que eu, cursou a faculdade e hoje é um professor.
Ainda mais, desenvolveu um grande talento no ministério de louvor, e dirige muito bem os momentos em que a congregação canta na igreja. Como é também talentoso na comunicação, convidei-o para apresentar junto comigo um culto musical no último fim de semana.
Passado aquele momento, relembrei de toda a história de André e de como Deus guardou a vida dele.
Com certeza, este jovem lembra-se dos feitos do Senhor na história dele, é grato e procura buscá-lO nos dias da mocidade, como diz o sábio Salomão: "Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade (...)" Eclesiastes 12:1

2 comentários:

  1. Amém! Livramentos são prova da fidelidade do Deus, que tem planos grandes e inimagináveis a serem realizados em nossas vidas. Já tive vários livramentos de morte, mas graças à misericórdia do Senhor, estou aqui vivendo e buscando o que ele tem para minha vida. Tenho me lembrado dele na minha juventude, e que seja assim em todas as demais fases da minha vida.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Que linda história Celina.
    Como Deus nos livra e que lindo quando somos gratos, dedicando nossa vida a ama-lO e servi-lO.
    Um beijo querida amiga.

    ResponderExcluir