sexta-feira, 20 de abril de 2012

Presente na Semana de Oração

Nesta semana, está conosco em nossa igreja o orador Fernando Lux, que mantém um ministério de oração sediado em São Paulo e  dirige semanas especiais de oração em todo o país. 
O tema da semana é definido pela letra da música "Se meu povo", que nos reproduz um versículo bíblico: "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra" II Crônicas 7:14
A mensagem do versículo, originalmente aplicado ao povo de Israel, em bênção comunicada em sonhos ao rei Salomão, foi estendida, nesta semana, para nós e para nossos dias.
Se aceitarmos o senhorio de Deus em nossas vidas, seguindo Seus conselhos que se encontram em Sua Palavra, por certo seremos curados física, mental e espiritualmente.
Quanto à cura física, o orador Fernando apresentou verdades bíblicas que encontramos no livro de Levíticos, como a recomendação de não se comer gordura e a carne de alguns animais (Levíticos 3:17, Levíticos 11) provada cientificamente como correta.Da mesma forma, a cura de alguns transtornos mentais conforme a moderna medicina pode ser obtida através da correta alimentação e atitude mental. Foi mencionada a medicina genômica, que procura prevenir a tendência genética às doenças, aplicando uma prevenção personalizada e participativa.
Sobretudo o perdão, a atitude de entrega a Deus de nossas preocupações, a obediência da Palavra são "remédio" para a cura total do ser humano. 
No plano espiritual, foi mostrado o poder da oração, que deve ser buscado através de uma atitude de fé, jejum e obediência. Foram citados muitos casos de atendimento à oração. O próprio orador mostrou sua experiência pessoal, de sofrimento, aceitação, conversão e bênçãos, que ainda estamos acompanhando nestes últimos dias da Semana de Oração.
Realiza-se hoje Santa Ceia,  em que se relembra a morte de Jesus, através da cerimônia da humildade, o lava-pés, e da Ceia com pão e vinho, simbolizando a aceitação da Redenção por Cristo. 
Um acontecimento na quinta-feira foi uma grata surpresa. Ao terminar o louvor, vi se encaminhando pelo corredor para a primeira fileira, surpreendentemente vazia na igreja totalmente lotada, minha filha, com seus dois filhos menores, que eu estava impedida de ver há quatro meses. Estava orando sobre esse assunto na Semana e Deus me ouviu e recebi esse presente. E ainda meu neto Lucas, que mora comigo, pôde assistir ao sermão ao lado da mãe, o que não acontecia há bastante tempo.
Que as vivências dessa semana se prolonguem em nossas vidas, que procuremos a vontade de Deus e que Ele nos sare.



Passados alguns anos, ocorreu-me falar sobre o que Deus proporcionou a nós, após algum tempo.
Depois desse dia, passou-se muito tempo sem que pudéssemos ver esses netinhos regularmente (ficávamos até mais de um ano sem vê-los), até que oramos muito intensamente a propósito do assunto da harmonia em família.

Entretanto, um acordo mediado através de um Juiz, certamente inspirado por Deus, depois de dois meses de oração intensa, e um pouco antes do Natal passado,  propiciou que recebêssemos este presente de estar regularmente com essas crianças, que voltaram a ter, assim, contato com a família materna. (Em 15.05.2016)

4 comentários:

  1. oi amiga obrigada por partilhar essa abençoada palavra e seu testemunho.

    Que vc desfrute cada dia das provisões do Pai.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Celina

    Deus nos concede ricas oportunidades e acredito que você foi tremendamente abençoada nesta semana de oração. Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  3. Oi Celina!
    Que benção amiga essa semana de oração.
    Que Deus continue fazendo a Sua obra na tua vida e de toda a tua família.
    Que o Lucas tenha muitas vezes esse grande prazer de ter a sua querida mãezinha sentada ao seu lado no culto.
    Beijos e uma feliz semana.

    ResponderExcluir
  4. Aguardando os presentes de Dia das Mães agora em 2014. Visitas programadas para sábado!
    Celina

    ResponderExcluir