sábado, 7 de julho de 2012

O preço

Minha amiga Ellen B. me encaminhou via email uma mensagem bem-humorada sobre os problemas de cada etapa da vida.
Achei interessante este trecho, que me lembra alguns dos anseios de meu neto adolescente hoje:
"Mas o preço do viver é muito alto para o jovem de hoje: tem que comprar apartamento, arranjar um trampo, ganhar dinheiro, ficar famoso, comer todas, bombar no iutube, malhar, casar, ter filhos, comprar carro, estar bronzeado, conhecer tudo de web, e ainda ir ao show da Madonna, entre outras miudezas."
As pessoas colocam o valor que emprestam ao outro em muitas das conquistas dessa lista. Assim, os jovens ficam ansiosos por alcançar cada um desses degraus de status e com medo de falharem em algum deles.
Muitos adultos ainda pressionam os jovens no sentido de atingir principalmente as metas materiais e financeiras, o que os leva a buscarem profissões que na realidade os deixarão infelizes, pois não são o que mais apreciam, apenas as que mais rendem salários e honorários.
Como diz a mensagem, com o tempo as metas mudam e as pessoas passam a dar mais valor à vida e à saúde do que às coisas que querem ter e fazer. 
E, eu acrescento, sempre é tempo de ver valor de bens imateriais como paz, alegria em família, esperança, fé em Deus.
Tomara que os jovens encontrem alguém que lhes diga que o mais importante não é ganhar dinheiro e ficar famoso, nem malhar e estar bronzeado. E tomara que os jovens acreditem nesse alguém que vai-lhes revelar esse segredo.

2 comentários:

  1. É verdade Celina, como jovem posso dizer que esse tipo de coisa acontece. Há a preocupação de ter um futuro com muito dinheiro, com reconhecimento, honras ... Eu já me iludi muito com essas coisas. Mas através de muitos acontecimentos que Deus me permitiu viver, aprendi a sonhar apenas os sonhos dele pra mim, e posso dizer que minha maior ambição é viver esses sonhos.

    Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  2. Essa é uma mesagem verdadeira.
    Que bom que o Lipe sonha os sonhos de Deus pra sua vida. Que todos os jovens possam chegar nesse entendimento.
    Beijos amiga.

    ResponderExcluir