quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Mês da criança


Estamos entrando hoje no mês da criança. É uma data comemorativa muito bonita o Dia da Criança, dia 12 próximo.
Meus filhos já são adultos, mas vejo nos netos - que são oito - a alegria, a novidade, a animação dessa fase. Amo vê-los e aproveitar a companhia deles. Atualmente tenho só dois netos em Brasília, embora os outros seis não morem longe.
Estou com a expectativa de que quatro de meus netos venham me visitar este mês. Espero muito que isso aconteça, porque já faz três longos meses que não os vejo. 
Quando Jesus esteve aqui na terra, valorizou muito os pequenos, chamou-os para perto, embora os discípulos quisessem impedir isso, aceitou a oferta do menino que tinha cinco pães e dois peixinhos, usou seu poder em milagres com as crianças.
Tenho observado que as crianças se esforçam bastante para oferecerem sua participação e seu amor, seja em casa ou na escola e na igreja. Na minha idade infantil, gostava de aprender a tirar os alinhavos das roupas que meu pai confeccionava, pois era alfaiate, e aprendi alguns pontos de bordado com minha mãe e também alguns pontos de costura manual, o que me tem sido útil. As crianças também gostam muito de estar com as pessoas que amam. Eu morava com minha avó, mas gostava muito de uma tia avó que morava num outro bairro. Lembro de um dia de chuva em que ela não pôde vir estar comigo no meu aniversário. Nesse dia meu pai foi buscá-la de carro. Também lembro da casa dela, aonde fui muitas vezes. Tinha um belo jardim, e ficava ao lado de um riacho (que chamávamos lá no sul de arroio).
O exemplo de Jesus nos mostra como lidar com as crianças, nesse sentido de valorizá-las e conviver com elas. Vamos aceitar o que oferecem: o abraço, a sua voz alegre, a presença delas nas reuniões,  o louvor,  o estudo da Palavra de Deus, a iniciativa de ajudar os pais ou professores em pequenas tarefas, ou simplesmente o aconchego junto de nós e das pessoas que lhes são queridas.
Aproveitemos esse período do desenvolvimento infantil para estar junto de nossos pequenos, para brincar com eles, para incentivá-los, para estudar ou contar histórias,  para acompanhá-los em visitas a familiares, em passeios, para conversar com eles.  Terão na idade adulta, assim, boas recordações da infância, e também nos deixarão boas lembranças da época em que eram crianças.






2 comentários:

  1. Esse mês é muito lindo mesmo.
    Que benção ter 8 netos e poder vê-los cada dia mais se desenvolver.
    Assim como Jesus um dia foi criança, precisamos amar as nossas crianças e deixar boas lembranças na sua memória dessa fase.
    Beijos e um feliz sábado!

    ResponderExcluir
  2. Oi Celina olhar para uma criança é sempre uma viagem ao nosso passado.
    Que as crianças sejam livres e bem cuidadas e amadas.
    Um mundo onde toda criança possa sonhar e ser feliz é tudo que sonhamos.
    Feliz seja o mês das crianças para as crianças.
    Belos momentos nas belas fotografias.
    Abraços.

    ResponderExcluir