quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Os reis magos e outras leituras

Em 6 de janeiro, comemora-se a visita dos reis magos a Jesus. Em alguns países do mundo há troca de presentes, que as crianças esperam ansiosamente, nesse dia.
Rememorando, neste último dia do mês, minhas leituras bíblicas, em janeiro li os últimos livros do Antigo Testamento e iniciei mais uma vez a leitura do Novo Testamento, de acordo com o programa que sigo.
No último livro do Antigo Testamento, o profeta Malaquias prediz que Jesus estaria logo na terra e presente no templo reconstruído em Jerusalém, referindo-se também à preparação do caminho por João Batista:
"Eu enviarei o meu mensageiro para preparar o caminho. E o Senhor a quem vocês estão procurando vai chegar de repente ao seu Templo."Malaquias 3:1
Transcorreram quatrocentos anos e então começou a ser escrito o Novo Testamento. O evangelista Mateus conta que o povo de Jerusalém, e o rei Herodes, ficaram alarmados quando homens estrangeiros mencionaram que procuravam o Rei que haveria de nascer. Alguns especialistas na leitura dos profetas informaram que o acontecimento seria em Belém.
Os magos seguiram felizes ao ver a estrela que procuravam surgir mais uma vez no céu e encontraram Jesus. Eles o adoraram:
"Então se ajoelharam diante dele e o adoraram. Depois abriram os seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra." Mateus 2:11  
Assim, no mês seguinte ao do Natal, no qual se comemora a visita dos magos orientais ao Menino, e já no fim do mês, reli o texto sobre essa visita. Assim como naquele dia, hoje ainda os cristãos são chamados à adoração.
Há os que se alegram com o encontro com Jesus e há aqueles que se perturbam com isso. Desejo que as comemorações cristãs - e a própria vida cristã -  nos tragam alegria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário