quarta-feira, 3 de abril de 2013

Revendo minha mãe

Estou voltando de uma nova viagem a minha cidade natal, aonde fui visitar minha mãe, que completou 99 anos no último sábado e também rever outros familiares.
Fico refletindo sobre como uma pessoa com tantos anos - o número máximo com dois dígitos - pensa, o que ocupa seus dias. Vejo que isso vai depender de como viveu até aí, da família que construiu, das atividades de que gosta, da sua saúde. 
No caso da minha mãe, ela se dedica bastante a estudar a Bíblia. Por uma hora, todos os dias, tem a atenção das pessoas que a cercam, felizmente todas elas também interessadas em aprender da Palavra de Deus. E pode acompanhar a leitura, os comentários, ler em voz alta alguns versículos. Aos sábados, dia em que frequentamos a igreja, ela se veste como se fosse sair para uma reunião religiosa e é organizada uma escola bíblica individual, com os mesmos momentos que da escola em nossa igreja, mas em casa.
Interessante esse efeito do estudo da Bíblia: é uma atividade que ocupa toda a nossa vida, desde a infância e adolescência, servindo para nosso crescimento espiritual, intelectual mesmo, para manter unida a família num objetivo, para dedicar atenção a alguém. 
Creio que minha mãe espera ansiosamente por esse momento em que conta com a atenção e carinho de todos à sua volta e em que pode participar de uma atividade sem limite de idade.
Que bom que todos os idosos, e eu mesma, mais tarde, tenhamos assim algum momento para interagir com todos numa atividade tão aprazível como a leitura dos bons versículos bíblicos e que esses momentos sejam construídos ao longo da vida.

2 comentários:

  1. Olá Celina

    Parabéns para sua mãe. Ela escolheu a melhor parte, estudar a Palavra de Deus todos os dias. Exemplo lindo de dedicação. Um forte abraço amada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lucinalva.
      Que prazer sua visita aqui!
      Palavras sábias e agradáveis as que você posta.
      Abraço da
      Celina

      Excluir