quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Brincando de poesia


Céus coloridos de várias cores,
No amanhecer, no pôr-do-sol.
Castelos feitos de branca areia,
Ao pé do mar, numa manhã.
E borboletas com móveis asas
Sobre uma flor, cheias de cor.
Não se demore pra fixá-las
Com os seus olhos,
Ou celular.
Pois seu encanto não é apenas
O colorido tão singular,
Nem a beleza ou  a leveza,
Ou movimento a saltitar.
É a passagem só num momento,
É o estar e o desfazer-se,
É o instante a caminhar.



Brincando com as palavras para responder à convocação em Chica brinca de poesia.  


Publicando também aqui.

5 comentários:

  1. Linda tua inspiração,adorei mais essa!Sempre inspirada! bjs, obrigadão! chica

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde de paz, querida amiga Celina!
    Linda demais!
    Que arte bonita para quem tem o puro coração a encantar de forma salutar!
    O estar e o desfazer-se é um dom incrível!
    Lembrei-me da passagem bíblica que amo: Ele não se apegou à sua condição e esvaziou-se...
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Vendo a sua participação aqui e gostando dos versos tão livres como a borboletinha...
    Um abraço neste fim de tarde...

    ResponderExcluir
  4. Olá Celina
    Linda postagem, bjs querida.

    ResponderExcluir
  5. Celina, vi agora tua frase,,está linda!Obrigadão! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir