Chica brinca de poesia


Céus coloridos de várias cores,
No amanhecer, no pôr-do-sol.
Castelos feitos de branca areia,
Ao pé do mar, numa manhã.
E borboletas com móveis asas
Sobre uma flor, cheias de cor.
Não se demore pra fixá-las
Com os seus olhos,
Ou celular.
Pois seu encanto não é apenas
O colorido tão singular,
Nem a beleza ou  a leveza,
Ou movimento a saltitar.
É a passagem só num momento,
É o estar e o desfazer-se,
É o instante a caminhar.


Brincando com as palavras para responder à convocação em Chica brinca de poesia.  
Logo vem outro desafio. Ou já chegou?



4 comentários:

  1. UAU!!!! Parabéns!Que profunda e tão linda participação! ADOREI! Obrigadão! Tão rápido pode passar que nem consigamos perceber,né? Seria bom se assim fosse com tudo, digo, com as coisas ruins e incomodativas! Elas até passam,mas demoram,rs... Levei o link! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia, aplicar o efeito borboleta às coisinhas chatas. É só pensar que o efeito é automatico. Bjs!

      Excluir
  2. Que versos lindos e meigos, Celina! Amanhã será uma nova postagem e se Deus quiser, estarei aqui!Grande abraço, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,obrigada, Maria Luiza!
      Vamos aguardar a próxima inspiração.

      Excluir