quinta-feira, 9 de setembro de 2021

O cerrado

 


A paisagem natural aqui em Brasília é composta pelo bioma cerrado.

Do outro lado da via que dá acesso à minha casa há uma floresta onde a maior parte da vegetação é de cerrado, embora haja outros vegetais trazidos de fora num determinado trecho. No próximo sábado, 11 de setembro, comemora-se o Dia do Cerrado.

Infelizmente ouvi agora a notícia de que há dois focos de incêndio nessa floresta vizinha - a Floresta Nacional de Brasília. A época é de seca no nosso "quadradinho", apelido carinhoso para o Distrito Federal. Em cem dias, houve apenas uma pequena chuva. A umidade relativa do ar está próxima a 10 por cento e fico feliz em estar trabalhando em casa ainda nesta semana.

Nas minhas visitas a essa Floresta, que também é um parque ecológico, fotografei alguns detalhes do cerrado, flores e plantas. São diferentes das plantas de outras regiões que normalmente vemos nos jardins, mas são lindas.

Sinto que muitas estejam agora consumidas pelo fogo. Mas sei que renascerão porque tenho passado em muitas áreas de cerrado onde as plantas nascem logo após as queimadas, ficam verdes e florescem em seguida. Essa resiliência é uma lição da natureza para nossa vida, a propósito.

Outra lição é a de que as plantas são efêmeras, como diz a Bíblia - "Seca-se a erva (...)" Mas sabemos que diz em seguida "mas a minha Palavra permanece para sempre". Outra lição: Deus é fiel e podemos confiar no Senhor - e na sua Palavra.







Lembrando agora dos jardins de Brasília e das árvores floridas nos canteiros na cidade neste mês,  tive ontem o prazer de fotografar uma das plantas mais efêmeras daqui - o ipê branco. Conforme disse o jornal do almoço, a florada dura apenas cinco dias. No ano passado, seja por isso, ou porque não floresceram nas ruas em que passei, não consegui fotografá-lo, mas, neste ano, tive um grande presente em ver tantos juntos, e já formando um tapete branco no chão. 

Assim vai passando setembro e passando as estações, todas governadas pelo Criador. Vejamos algumas fotos, ao tempo em que desejo boa semana a todos.







6 comentários:

  1. O saber nunca ocupou lugar. Texto que me fascinou ler. Fotos muito bonitas.
    .
    Cumprimentos poéticos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Puxa, que preocupação e tristeza ver lugares assim sendo consumidos pelo fogo!Que pena. E como as árvores por aí e flores são belas! Que tudo fique bem! beijos, chica

    ResponderExcluir
  3. Boa tardinha de serenidade, querida amiga Celina!
    Linda foto sua no ipê branco!
    Flores lindas postou aqui, alegrou minha tardinha de tempo fechado.
    Tenha dias abençoados e floridos!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderExcluir
  4. O meu OLÁ neste domingo...
    Ótimo texto falando do nossos cerrado. Fase seca, com grandes calores e desejos de chuva para breve. A Primavera não tarda!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Celina,
    Pena essa seca em pleno inverno, mas segundo penso é o clima daí que é mesmo assim!
    Como diz logo florescerão novos rebentos e flores!
    Deus é maravilhoso com a Sua Criação!
    Os ipês brancos são belíssimos!
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Olá Celina
    Em breve as chuvas chegarão, lindo versículo e fotos. Bjs querida.

    ResponderExcluir