quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Profecia





Menina, aos doze anos, a curiosidade a levou à tenda do pregador. O mistério da profecia trouxe-lhe espanto – os reinos do mundo passariam e viria um reino eterno de paz e harmonia. O sonho invadiu-a.
O tempo avançou e agora sonhava cantando em grupo, entre árvores, seguindo até a igrejinha que repetia a promessa.
Noventa anos depois do primeiro espanto, distribuiu pela vida seu sonho e completa vagarosamente o versículo: "Certamente venho sem demora... ora vem, Senhor!”



Esta história é real. Havia uma proposta no blog Histórias em 77 palavras, da escritora Margarida Fonseca Santos, partindo da seguinte frase de Mia Couto, escritor moçambicano, cujo verdadeiro nome é António Emílio Leite Couto:                     
«O homem que vive em espanto deixa portas abertas no sonho.»

Lembrei-me da história de minha mãe e escrevi.

10 comentários:

  1. Gostei da história e da participação! Tão bom escrever em 77 palavras! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto, Chica! Observei hoje o desafio nº 35, que parte de dois versos de poema. Foi postada hoje uma história assim.

      Excluir
  2. Olá Celina
    A volta de Cristo será um acontecimento glorioso. Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que conhece as profecias, Lucinalva!
      É muito bom conhecer as promessas da Palavra.

      Excluir
  3. Muito bom, Celina.
    Muita saúde e paz.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Achei linda a sua participação, Celina! Bem real e graciosa.
    Boa noite. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Celina,
    Participou muito bem.
    Uma história muito edificante e exemplar.
    Enviei ontem a minha historia inspirada em factos reais também lembrando meu saudoso avô.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e comentário, Ailime.
      Vou já ler sua história!
      Boa semana!

      Excluir
  6. Oi Celina!
    Que linda história, e olha... é real.
    Que Deus continue te inspirando em tudo que escreveres.
    Beijos.

    ResponderExcluir