domingo, 24 de janeiro de 2016

Diferentes e iguais




A autora do livro que uso para reflexões diárias pela manhã, num de seus capítulos, narrou a história do atleta negro Cornelius Johnson, que foi campeão em salto em altura nos Olimpíadas que se realizaram na Alemanha, à época de Hitler. Para não cumprimentá-lo, o déspota se retirou do estádio.
A escritora comentou, após a narrativa:

"Ao nos depararmos com essa história, nossa primeira reação é pensar em como o preconceito é irracional e sem sentido. Desprezamos figuras históricas como Hitler, que tanto mal fizeram por discriminações infundadas. Mas será que não sofremos do mesmo mal? (...) O que você acha de quem tem conceitos e valores diferentes dos seus? (...) a Bíblia é bem clara em dizer que "para com Deus não há acepção de pessoas" (Romanos 2:11)" (Nascimento, Cecília E. "De olho no prêmio - Inspiração Juvenil", CPB, Tatuí, SP, 2016.)

Concordo com a escritora e fico muito feliz quando vejo momentos de confraternização e amizade, mesmo aqui, à distância, através da internet. Pessoas de diferentes convicções, países, culturas se unem em palavras amigas e carinhosas. Que gestos de amizade e união invadam a nossa vida, pois somos todos um!





9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Celina
    Gostei de sua reflexão.
    É certo que há muito preconceito e intolerância pelo mundo fora, mas também há, felizmente, muitas atitudes de solidariedade humana, de respeito pelo próximo, muitos gestos de amizade, que nos fazem acreditar num mundo melhor.

    Que sua semana seja risonha, minha querida.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    PS-EXCLUÍ UM COMENTÁRIO PORQUE SAIU EM DUPLICADO...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mariazita!
      Prazer em recebê-la aqui.
      Boa semana, também desejo!

      Excluir
  3. Bom dia, Celina
    Gostei de sua reflexão.
    É certo que há muito preconceito e intolerância pelo mundo fora, mas também há, felizmente, muitas atitudes de solidariedade humana, de respeito pelo próximo, muitos gestos de amizade, que nos fazem acreditar num mundo melhor.

    Que sua semana seja risonha, minha querida.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    PS-EXCLUÍ UM COMENTÁRIO PORQUE SAIU EM DUPLICADO...

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, Celina
    Gostei de sua reflexão.
    É certo que há muito preconceito e intolerância pelo mundo fora, mas também há, felizmente, muitas atitudes de solidariedade humana, de respeito pelo próximo, muitos gestos de amizade, que nos fazem acreditar num mundo melhor.

    Que sua semana seja risonha, minha querida.
    Olá, Débora
    Gosto imenso de Manoel de Barros
    Falecido há pouco mais de um ano, o grande poeta brasileiro deixou-nos enorme legado no campo das letras, especialmente da poesia.
    Recebeu inúmeros prémios.
    Sabia que Drummond de Andrade recusou o título de “maior poeta vivo do Brasil” em favor de Manoel de Barros?
    Drummond é outro personagem que admiro imenso.

    Minha querida, que sua semana seja risonha.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  5. Uma reflexão bonita, Celina.
    O preconceito existe, é uma realidade. Mas Deus nos ensina a ter valores superiores!

    O meu abraço

    ResponderExcluir
  6. Ah, bonitas fotos, flores!!!
    Com carinho

    ResponderExcluir
  7. Fraternidade ,liberdade ,igualdade
    abraços

    ResponderExcluir
  8. É isso mesmo Celina, gostei muito desse texto.
    Beijos e que continuemos a fazer boas amizades.

    ResponderExcluir