domingo, 19 de setembro de 2010

Numa passarela rumo à felicidade

Esta história aconteceu domingo passado. Foi um casamento muito bonito a que assisti, um casamento civil,  num salão lindo.
Quando tudo estava preparado, a juíza, com a faixa que significa o poder do Estado,foi a primeira a entrar por uma passarela que ficava sobre a piscina. À frente da passarela ficava um local a que se tinha acesso por uma pequena escadaria, onde estava um púlpito, de onde falou a oficiante e à direita e à esquerda ficavam as famílias dos noivos.
Outro detalhe que apreciei (por motivos óbvios) foi que os primeiros das famílias a entrarem foram os avós, um casal de avós da noiva, um casal de avós do noivo e outra avó da noiva acompanhada por um tio, porque ela ficou viúva recentemente. Depois entrou a mãe da noiva com o irmão dela.
Após entrarem dois casais de amigos dos noivos, entrou o noivo com a mãe e ficou junto à passarela pronto para ir receber a noiva.
Então, o "mestre de cerimônias" pediu que levantássemos porque iria entrar a noiva. Ela desceu a escadaria muito bonita e deu o braço ao pai, que a conduziu pela passarela, onde encontrou o noivo. Os pagens eram um casal de irmãozinhos da noiva, por parte de pai.
Esse detalhe da passarela por onde entravam os participantes da cerimônia deu um encantamento especial ao evento.
A juíza deu muitos conselhos sobre a vida a dois, falou sobre ter e ser, e disse que no casamento, para a comunhão entre os noivos, o importante é ser. Não deve haver competição e sim comunhão e respeito entre o casal.
Após a pergunta clássica, que foi repetida duas vezes para cada um dos noivos, obtendo uma resposta bem enfática no microfone por parte deles (Sim!), entrou ainda um irmão da noiva com uma amiga trazendo as alianças.
Na saída, houve um cântico religioso enquanto todos desciam do local junto ao púlpito e saíam pela passarela, iniciando pelos noivos, depois de posarem para fotos, seguindo-se os avós, a juíza e os demais.
Uns 15 minutos  depois, o que também foi anunciado pelo "mestre de cerimônias", os noivos foram recebidos no salão da recepção, ao lado, com uma pequena chuva de fogos de artifício.
Então circularam pelas mesas, tirando fotos com os convidados e sendo parabenizados.

Foi uma linda cerimônia, desejo muita felicidade aos noivos, cujo nome não tenho autorização para divulgar, e o que achei mais lindo na cerimônia foi que toda a família que me convidou estava unida, em alguma função, para acompanhar os noivos ao enlace.
Por certo, minha amiga, a matriarca da família, uma mãe cristã, teve parte na preparação desse belo presente de casamento.

Prov.31:30 "(...) a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada".

Um comentário:

  1. Nossa, que lindo deve ter sido essa cerimônia. O gostoso é que destes tantos detalhes pra gente poder ter uma idéia e assim imaginá-lo. Fiquei mesmo imaginando....
    Um beijo e fico feliz que estamos cada vez mais proóximas.

    ResponderExcluir