sexta-feira, 3 de junho de 2011

Vendo a Providência

Nós cristãos vemos os acontecimentos do dia-a-dia por um prisma especial - contemplando a guia e o cuidado de Deus em nossa vida. É assim que vejo o que aconteceu no último fim de semana. Meu filho tinha vindo ao DF para tomar algumas providências (depois conto essa outra história), tínhamos almoçado juntos num restaurante próximo da estrada que ele tomaria para retornar à cidade onde mora.
Ele estava com a esposa e o filhinho menor, de um ano, que ainda mama. Na saída do restaurante tinham comprado alguns pirulitos e bombons para darem às outras crianças maiores, que tinham ficado em casa com a vovó.
Resolveram então, logo no início do caminho, darem um pirulito para o Davi. Sabemos que não se devem dar balas e doces com consistência muito dura para crianças nessa idade, pois é perigoso. Tanto é perigoso que o menino teve um engasgo alguns minutos depois. E então, no meio da estrada, eles estavam com uma séria emergência - o Davi não conseguia respirar e os pais ficaram muito aflitos. Foi um sufoco - contaram depois.
Alguns anos atrás, o Alessandro, meu filho, tinha trabalhado numa escola de equitação e, como são comuns os acidentes nessa área, teve um curso de primeiros socorros. Depois, foi trabalhar na área operacional de uma empresa de logística, onde também recebeu o mesmo curso. Vejo aí a Providência Divina. O problema aconteceu, mas o pai do bebê tinha instruções sobre como proceder nessa situação. Como não pôde parar imediatamente o carro, orou mentalmente e passou à esposa a instrução sobre a manobra que deveria ser feita, que ela iniciou mas não obteve efeito. Então ele conseguiu parar o carro num local seguro e ele mesmo procedeu a manobra, fazendo com que o objeto que obstruía a respiração fosse expelido e o Davi voltasse a respirar.
O resto da viagem transcorreu normal.
Vejo aí duas lições: temos de ser previdentes no cuidado com as crianças, evitando locais e procedimentos que possam causar acidentes a elas. É indicado sempre que os pais leiam e se informem a respeito de como agir para evitar essas situações de risco para as crianças, principalmente para as pequenas, abaixo de três anos.
A outra lição é que, mesmo que nós erremos em alguma coisa, ou, por um acidente, nós ou nossos filhos sejamos envolvidos num perigo, nosso Deus pode nos livrar,  algumas vezes providenciando um agente para trazer o socorro necessário. No caso, o próprio pai do bebê, meu filho Alessandro, foi o agente que Deus usou para dar socorro ao Davi.
"O Senhor é o meu pastor: nada me faltará.
Ele me faz descansar em pastos verdes e me leva a águas tranquilas. (...)
Ainda que eu ande por um vale escuro como a morte, não terei medo de nada.
Pois tu, ó Senhor Deus, estás comigo;
tu me proteges e me diriges." (Salmo 23:1 e 4)

Veja também:

Compartilhando bênção, por Celina

9 comentários:

  1. Amiga querida, que sufocooo!
    Nossa, essas coisas com crianças são mesmo de se preocupar.

    Como Deus é maravilhoso!!!
    Que benção que no final deu tudo certo pro Davi e pra eles.

    Beijos amiga e um feliz sábado!

    ResponderExcluir
  2. OI Celina, que benção poder ler esse testemunho na sua familia,como filhos podemos ver o cuidado do nosso DEus nos dando livramentos!!

    Como disse o salmista no salmo 103: Louve ao Senhor, ó minha alma, e não esqueça nenhuma das bênçãos que Ele me deu.Ele perdoa todos os meus pecados. Ele cura todas as minhas doenças.Ele salva a minha vida de perigos mortais. Ele me cerca de amor fiel e Se interessa por mim com muita ternura.

    Um bom dia!!

    ResponderExcluir
  3. Oi querida Celina...
    Deus é uma Pai cuidadoso e atento as nossas necessidades...
    Tirei uma lição desta experiencia: devemos saber sobre primeiros socorros, nunca se sabe quando vamos usar..
    Obrigada minha amiga por compartilhar essa experiencia...FELIZ SÁBADO!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Celina
    Deus é um Deus de providências e mandou o livramento na hora certa. Tenha um dia abençoado.

    ResponderExcluir
  5. Pessoal, não preciso mais contar a história sobre as providências do Alessandro em Brasília, porque a nossa amiga Cida já contou.
    Obrigada, Cida.
    Da
    Celina

    ResponderExcluir
  6. Boas!

    Adoro este blogue!

    Podes adicionar o meu aos teus links sff?

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. hum... me inteirei de tudo, rs... já fui a um retiro de jovens com o pessoal da sua igreja, e conheço algumas pessoas de lá... fica com Deus!

    ResponderExcluir
  8. Mamãe do Danielzinho8 de junho de 2011 19:41

    Oi Celina,
    Deus é Deus de providência mesmo!Graças a Deus seu filho sabia exatamente o que fazer!
    Li o outro testemunho do seu filho lá no blog da Cida, depois vi que você tinha ido visitar o meu blog e deixou um comentário...
    Que bom conhecer uma blogueira daqui do DF, eu nasci no Gama e meu marido nasceu no Gama também...Que coincidência!
    Quem sabe a gente não se conhece um dia.
    Vou seguir seu blog para acompanhar melhor.
    Beijinhos, ótima semana para você também.
    Lauri

    ResponderExcluir
  9. Olá, chegando agora, ameiii o seu Blog! Fui muito edificada com a mensagem, amei.... Deus sempre providencia o livramento, Deus é um Deus de cuidado mesmo!!!! Já convido a seguires o meu tb:http://blogdamonicabif.blogspot.com/. Bjss, fica com Deus tudo de bom!!!

    ResponderExcluir